Cruzeiro do Sul

A Cruzeiro do Sul foi a Universidade a qual eu tive o prazer de me formar no curso de Publicidade e Propaganda. Foram quatro anos de altos e baixos, onde vivi momentos de alegrias e tristezas, loucuras e equilíbrios, desesperos e confianças, ou seja foi um misto de sensações e situações vividas dentro deste período.

Ao contrário do que eu imaginava, estudar em uma Universidade não é tirar boas notas facilmente, comparecer em inúmeras festas e fazer várias amizades. A Universidade é como o Cavalo de Troia, se você se deixar levar pela beleza e generosidade do ambiente, você estará perdido, será atacado por todos os lados e sem dúvidas será derrotado. Portanto, é necessário listar as melhores estratégias, montar um planejamento e colocar as ações em prática. referred to on increased outline regarding no deposit bonus codes australia.

Entenda que se não houver disciplina e dedicação da sua parte, quando chegar ao final de cada semestre você irá implorar para os professores por 0,5 pontos para não ficar de DP na matéria. Ele não vai te salvar e você vai se deparar jogado em uma cadeira de bar com um copo de cachaça em mãos tentando afogar as mágoas, ou seja, você não vai tirar notas boas se não estudar.

Você vai acreditar que fez milhares de amigos durante os semestres, porém quando chegar a hora de fazer o temido TCC (trabalho de conclusão de curso), você vai descobrir que eles não existem. Vocês iram se matar e maioria dos pessoas vão sumir, você e mais dois ou três iram fazer o trabalho sozinhos e o restante ganharam nota nas costas de vocês. Sem contar que noites sem dormir vão passar a fazer parte do seu cotidiano e por falta de dinheiro e tempo você vai aprender a encher a pança de besteiras, assim acabando com a sua saúde mental e corporal.

Agora vamos falar da parte boa. Você deve estar se perguntando se existe parte boa!

Sim, existe!

Pela primeira vez entrei em um estúdio de rádio e TV, onde tive a oportunidade de manipular uma câmera fotográfica e conhecer uma ilha de edição. Me senti em uma emissora de televisão. Aquele foi um momento mágico em minha vida! Junto ao meu grupo gravamos vídeos internos e externos. Aprendi a criar jingles , spots e com o apoio da equipe do estúdio de rádio, gravamos nossas músicas e utilizamos o modelo Podcast para nossas brincadeiras. Em alguns momentos me peguei atuando e pousando em cenários improvisados e até mesmo manuseando equipamentos de áudio e vídeo, tudo isso sem nem mesmo dominar completamente os assuntos. Com o tempo eu acabei descobrindo que minhas viagens mentais poderiam se transformar em excelentes roteiros e os debates em grupo em questionários para serem aplicados em pesquisas. Foram as situações mais diferentes e divertidas que pude vivenciar junto ao meu grupo de estudos.

Nos laboratórios tive meu primeiro contato com as ferramentas de edição de imagem como: Photoshop e Illustrator. Naquele instante eu pude passar minhas idéias malucas do papel para tela. Foi a hora em que a troca de informações e conhecimentos foram essenciais para montar minha rede de contatos. Assim fui descobrindo a importância de saber dominar e desenvolver um bom networking.

Resumindo , eu aprendi que “Você é aquilo que você tem”!

Se você se dedicar a aprender aquele conteúdo que lhe é apresentado durante o curso e buscar se nutrir de informações externas, isso te levará a conquistar o conhecimento enciclopédico, ou seja, você com o tempo ficará muito mais forte intelectualmente.

Se você tem conhecimento, você tem o mundo em suas mãos!